Arquivo da tag: Grávidas

Quando descobri que estava grávida… – Parte 1 – abortos

311211_183127628424620_203113_n

Nunca tive aquele sonho de casar vestida de noiva e nem de ser mãe. Sempre sonhei que seria uma profissional bem sucedida e dona do meu nariz, mas aí conheci Igor, começamos a namorar e fomos morar juntos (eu já morava sozinha e só casamos “de papel passado” quando eu já estava grávida de Heitor). Igor era doido pra ser pai, mas eu sempre coloquei minha carreira em primeiro lugar, até que… em junho de 2011 descobri que estava grávida.

Minha menstruação atrasou, fiz um teste de farmácia que deu negativo e ai eu relaxei (achei que o atraso da menstruação era o estresse que estava na agencia). Até que eu “menstruei”, mas não era um sangramento normal e depois de dois dias fui ao hospital e só ai descobri que eu estava grávida e já estava perdendo. Eu estava na quinta pra sexta semana. Ainda fiquei de “repouso” (estávamos tocando um projeto bem grande lá na agência e eu fiquei em casa, mas continuei trabalhando de lá. Irresponsabilidade total, mas não sabia dizer não…) por uma semana. No final, terminou que eu não segurei a gestação.

Nos mudamos pra São Paulo em novembro de 2012 e já no começo de 2013 comecei a trabalhar. Coordenava os eventos sociais de uma grande feira que acontece por aqui. Ai, descobri que estava gravida de novo. Recém chegada numa cidade onde não tinha indicações de médio, quando descobri fui atrás de algum que me atendesse com uma certa urgência. Contei o caso do primeiro aborto pra médica e ela falou que eu poderia continuar trabalhando normalmente, sem precisar de repouso.

Passado algum tempo, numa consulta de rotina, antes de ser a minha vez, comecei a sangrar no próprio consultório. A secretaria não queria me passar na frente das outras pacientes, mas ai as próprias pacientes me deram a vez. Fui atendida pela médica que me encaminhou pra o hospital Santa Catarina e falou que assim que eu fosse atendida pedisse ao médico do hospital que entrasse em contato com ela. Tanto o hospital quanto eu, tentamos sem sucesso falar com ela e voltei pra casa. Como era no sábado, só consegui falar com ela na segunda. Fiquei de repouso, por recomendação da médica do hospital e, na ultra de rotina, com 9 semanas já, descobri que o coração do bebê não estava batendo mais. Só comecei a sangrar no outro dia da ultra.

Trabalhei até o final de maio e decidi que iria dar um tempo no trabalho para descobrir o por quê dos abortos…

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone

Ideia da Lu

ideiadalu_imnottired

Conheci o Ideia da Lu pelo insta e já achei as peças lindas e super moderninhas, mas tem coisa que eu sou meio São Tomé, tenho que ver pra crer. E quando se trata de coisas de tecido, osto de pegar, sentir a qualidade, mas ai como eu ia fazer?? Depois de um tempo, vi que teria a Feira Baby Boom e que o Ideia ia esta lá. Então fui conferir de perto e amei! Além de ser tudo lindo (como eu já tinha visto pela internet), a qualidade também era ótimo. A marca é voltada para o publico infanto-juvenil, mas também tem coisas para os babies e pra casa.

O lema é ousar, fugir do tradicional e criar produtos assim: com cara de UAU!

A marca de acessórios e decoração, com uma pegada pop-moderna e divertida foi criada em 2005 pela designer Luciana Kow Glikas, de acessórios e decoração. Sem deixar de agradar aos “grown-ups”, temos também coleções para a família toda.

Além de cada produto já ser massa, para que eles sejam um presente especial a embalagem foi desenvolvida é delicada e transmite amor e alegria, como os seus produtos.

ideiadalu_adesivodemes ideiadalu_almofadas_coracão  ideiadalu_mantacoracao  ideiadalu_paninhodeboca                               ideiadalu_mantagotmilk ideiadalu_mantas

http://loja.ideiadalu.com.br/index.html

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone

Grávida e na moda

IMG_2315

Quando eu fiquei grávida, meio que me apavorei no quesito “moda” e logo pensei que teria que comprar um novo guarda-roupa, com peças para acomodar o barrigão. Mas sempre achei as roupas de gestantes aquela coisa meio estranha ou sei lá. Ai decidi que não compraria roupa de grávida e só usaria roupas que eu já tivesse (e que coubessem, claro) ou compraria roupas normais que eu conseguisse usar depois.

Pra mim foi fácil, por que sempre gostei de roupas mais folgadas. Então batinhas, blusas e vestidos não foi problema nenhum, claro que levando em conta as modelagens de cada uma. Já no final, foi mais difícil, mas mesmo assim consegui com as que eu já tinha ou uma ou outra que comprei em lojas de não-grávidas fazer looks legais. Ai partiu o dilema para as partes de baixo. Em relação a calça jeans e leggins, comprei de gestante, por que ai não tem como correr. Dai comprei só saias, shorts e pantalonas / calças saruel com elástico no cós (dei sorte de está numa começando uma moda disso). Ai foi moleza! E segui meus dias de buchão com roupas confortáveis e legais. Quanto aos sapatos, eu procurei usar só sapatilhas, tênis e flats, principalmente no final da gravidez.

IMG_2439 IMG_2423

IMG_2899Coloquei umas fotos com algumas dicas de looks para grávidas que busquei na internet. E que foram looks parecidos com os que eu usei, mas não tenho muitas fotos de mim grávida. Eu quase não engordei (só 9kgs no total), só fiquei mesmo com o barrigão, mas em compensaçao, meu o nariz ficou o pior do mundo e por isso não tirei muitas fotos grávida (e também foi um dos motivos pelo qual eu não me empolguei pra fazer ensaio de gestante)… Enfim, agora vejo que foi bobeira minha.

moda-look-estilo-gravida-roupa-look-do-dia-blog-04

Dicas-de-moda-e-looks-para-gestantes-Legging-1

moda-para-grávidas-04

OBS.: Esse look acima eu gostava bastante de usar, só que com saia longa ao invés de midi.

blog-love-shoes-inspiração-looks-gravidas04-1024x768

Fonte: Google

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone