Arquivo mensais:janeiro 2016

Brincar: uma atividade importante

image

Depois de uns dias longe do blog, voltei com força total. E nada mais justo do que voltar falando de brincadeiras e brinquedos legais e diferentes.

A empresa criada pelas amigas Cassia Tischler e Lucia Forghieri veio com um conceito super bacana.

Elas queriam mudar de vida. Trabalhar com alegria e travessura, sonho e imaginação. Para isso, o primeiro passo foi criar e produzir uma linha de objetos de brincar, já que antes de tudo eles são objetos, mais que brinquedos, pois não estão restritos ao universo infantil.

Pensando em João e Alice (as crianças das suas vidas) elas acreditam que brincar é  a atividade mais importante que se possa propiciar a uma criança. Através das brincadeiras elas se desenvolvem e são capazes de enxergar o novo em tudo, usando a imaginação e o lúdico. Com essa certeza, chegaram a conclusão que eles precisavam ser bonitos, com design, simples e de madeira (porque ela recebe e dá calor) e sem passo a passo, já que existem diferentes formas de brincar, nasceu a Gandaiá Objetos de brincar.

As linhas de objetos de brincar são:

  • Bicharada – Família completa: Pode ser a brincadeira de equilibrar todos em uma só pilha, de inventar uma história com cada um ou de imitar os animais e seus sons. também podem ser usados de moldes para desenhos e ficam lindos enfeitando o quarto do bebê. quem adivinha que bichos são eles? Muito gostosinhos de pegar e lindos de ver, os bichos são para brincar de várias formas.

image image

image

  • Tangram circular: é jogo de quebra-cabeça livre, possui diversas possibilidades criativas. com as peças, você recebe algumas imagens que dão idéias e desafiam a montar seres diferentes, bonitos ou esquisitos, mas esse é só o começo: as possibilidades são inúmeras e não existe certo nem errado.

image  image

  • Afogados – equilibre se puder: um jogo-brincadeira de montar e desmontar, para, de repente, de surpresa, ver a sala decorada de colorido. Uma brincadeira de equilíbrio e de estética – Como montar da forma mais estável e interessante? Que história traz a bota que ali veio parar? De onde veio o submarino amarelo e quem ele traz? O que é mais gostoso: equilibrar ou desequilibrar?

image

image

Imagens: @gandaiadebrincar

http://www.gandaiadebrincar.com/

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone

Mudanças no calendário de vacinação

vacinação

As primeiras vacinas de Heitor, ainda no hospital, foram feitas por uma clinica particular e as demais foram em um posto publico (falo sobre essa clinica num post futuro).

Agora nesse inicio de ano foi divulgado pelo Ministério da saúde mudanças no calendário de vacinação nacional, para 2016, que começaram a ser aplicadas desde do dia 04/01 e estão sendo alteradas doses de reforço para vacinas infantis contra meningite e pneumonia, além do esquema vacinal da poliomielite e o número e doses da vacina de HPV.

As mudanças de cada uma delas são:

  • Pneumonia

Para os bebês, a principal diferença no calendário será a redução de uma dose na vacina pneumocócica 10, que protege os pequenos contra a pneumonia. A partir de agora, ela será aplicada em duas doses, aos 2 e 4 meses, seguida de reforço preferencialmente aos 12 meses, mas que poderá ser tomado até os 4 anos. Anteriormente, o esquema contava com três doses, aos 2, 4 e 6 meses mais o reforço. Em nota, o Ministério da Saúde justifica que a recomendação foi tomada com base em estudos que provam que o novo esquema é tão eficiente quanto o anterior.

  • Meningite

A vacina meningocócica C (conjugada), que protege as crianças contra a meningite causada pelo meningococo C também sofreu alterações de calendário. O reforço, que anteriormente era aplicado aos 15 meses, passa a ser aplicado aos 12 meses, preferencialmente, podendo ser feito até os 4 anos. As primeiras doses da meningocócica continuam sendo dadas aos 3 e aos 5 meses.

  • Poliomelite

A terceira dose da vacina contra a poliomelite, que era dada por via oral, passa a ser injetável. Não há mudanças em relação às datas. As três primeiras doses continuam dadas aos 2, 4 e 6 meses de vida e os reforços por via oral aos 15 meses e 4 anos.

  • HPV

A vacina contra o papiloma vírus humano (HPV), que aplicada em três doses passa a ter apenas duas. Meninas de 9 a 13 anos podem ser vacinadas gratuitamente e devem tomar a segunda dose da vacina seis meses depois da primeira. De acordo com o Ministério da Saúde, estudos recentes mostram que o esquema com duas doses apresenta uma resposta de anticorpos em meninas saudáveis de 9 a 14 anos não inferior quando comparada com a resposta imune de mulheres de 15 a 25 anos que receberam três doses.

 

Fontes:

http://www.jb.com.br/pais/noticias/2016/01/05/ministerio-da-saude-realiza-mudancas-no-calendario-de-vacinacao/

http://revistacrescer.globo.com/Voce-precisa-saber/noticia/2016/01/calendario-de-vacinacao-infantil-sofre-mudancas-em-2016.html

Imagem: Google

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone