Arquivo mensais:novembro 2015

Quando descobri que estava grávida… – Parte 2 – A gravidez de Heitor

IMG_2043

…Comecei a ir aos médicos. Fomos a uma geneticista, Dra. Leila Farah, fizemos um exame detalhado, lá na clinica dela, só que o resultado só sairia depois de 30 dias.

IMG_1990

Dias depois fui ao meu ginecologista novo, Dr. Carlos Augusto Farah, contei todo meu histórico, falei dos exames e ele nos orientou evitar a gravidez até sair o resultado desses exames… só que tinha um detalhe: Eu já estava gravida de Heitor e não sabia!

Quando descobri a gravidez surtei total. Entrei em pânico, por que não queria passar de novo pelo que eu já tinha passado. Liguei pra Dr. Carlos e marcamos uma visita para o outro dia. Ele me deixou bem mais calma. Ficamos indo ao consultório dele de 15 em 15 dias, intercalando com ultrassonografias, também de 15 em 15 dias, ou seja, uma semana eu ia no consultório, na outra fazia uma ultra, na outra ia no consultório… e assim sucessivamente. Decidimos não contar a  ninguém que eu estava grávida (nem minha mãe sabia), até completar 12 semanas (essa já era minha posição desde a primeira gravidez, mas Igor não se aguentava e contava a todo mundo. Dessa vez, ele topou guardar segredo). Nesse meio tempo saiu o resultado dos exames e o laudo foi que tanto eu quanto Igor não tínhamos nada e nem éramos incompatíveis (isso também me deixou bem mais tranquila).

Minha gravidez correu bem. Num dos exames descobrimos que eu estava com pré-diabetes gestacional, mas consegui controlar a taxa com dieta. Engordei 9kgs na gravidez toda e 15 dias depois de ter parido, já tinha perdido 10kgs.

Durante a gestação viajamos pra Recife duas vezes e os vôos foram super calmos. Fiz o chá de fralda de Heitor lá e pedi pra pessoas comprarem as fraldas pela internet, assim não viajaríamos com milhões de fraldas.

Em relação ao parto, eu sempre fui categórica: Queria fazer cesárea. E ninguém me convencia do contrario…

No post http://minhamaenaoedaqui.com.br/index.php/2015/09/02/1-ano-e-6-meses/ tem contando como foi que Heitor nasceu.

Ai se passou 1 ano e 1/2 e sabe o que aconteceu??? Agora só no próximo post….

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone

Parque da Mônica

image2

image14

Quem me acompanha no Instagram sabe que no último domingo levamos Heitor ao Parque da Mônica e nesse post vou falar um pouco da minha experiência com algumas considerações.

O Parque da Mônica é um parque tematico (obvio, rs) dos personagens de Mauricio de Souza e foi inaugurado em 1993 e ficava no Shopping Eldorado e lá permaneceu até 2010. Depois de muitas negociações o parque foi reaberto (em julho desse ano, 2015), só que no Shopping SP Market (no mesmo local do extinto Parque da Xuxa).

O parque é bem estruturado, embora tenha algumas opções de alimentação, você pode sair para comer na shopping e depois entrar novamente (essa saída é feita pela lojinha, onde um segurança carimba seu braço e você fica com livre acesso. A entrada é feita pela catraca, como a primeira vez que você entrou).

image5

image2[1] image3[1]

image1[1]  image1

image4[1]

Imagens: MMNED

Heitor não aproveitou muito as atrações por causa do tamanho, mas se a criança tiver mais de 1 metro vai aproveitar praticamente todos. Heitor foi no carrossel Mata (da turma do Jotalhão) que ele foi com Igor, na roda gigante da turma que ele foi comigo, na piscina de bolinhas do Cascão (que quase não quis sair de lá), no parquinho (nesse também tem que ficar um adulto acompanhando e Heitor também ficaria o dia todo lá, se a gente deixasse) e no brinquedão do Chico Bento, que ele foi com Igor também. No final foi que eu vi que também tinha o posto do Bidu e ele poderia ter ido, mas ai ele já estava no decimo sono. Abaixo tem uma tabela com as restrições de cada brinquedo.

Totem Restrições - Entrada

Imagem: Site Parque da Mônica

Assistimos um show de Natal com a Turma da Mônica e papai Noel, que foi gratuito, mas também tem espetáculos pagos no teatro do parque que achamos melhor não ir por que Heitor já estava bem abusadinho, por causa do sono.

As crianças até 1 ano e 11 meses não pagam. Os passaportes custam R$ 129,00 individual e R$ 64,50 meia entrada, mas se você for acompanhado de mais de um adulto, eles tem pacotes específicos.

A estrutura do parque, além da parte de alimentação (que também conta com cadeirões), conta com espaço família (que possui trocador, sala de amamentação, espaço pra papinha, banheiro família e carrinhos de bebê*), rede wi-fi gratuita para acesso à internet, guarda-volumes*, enfermaria para atendimento médico, Serviço de Atendimento ao Visitante (SAV), loja temática com produtos e souvenirs* e o estacionamento do próprio Shopping SP Market.

image6 image7 image8 image9 image10 image11

Imagens: MMNED

Eles também tem quatro espaços para festas de aniversário. Para saber maiores informações o e-mail é festas@parquedamonica.com.br

http://parquedamonica.com.br/

 

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone

Quando descobri que estava grávida… – Parte 1 – abortos

311211_183127628424620_203113_n

Nunca tive aquele sonho de casar vestida de noiva e nem de ser mãe. Sempre sonhei que seria uma profissional bem sucedida e dona do meu nariz, mas aí conheci Igor, começamos a namorar e fomos morar juntos (eu já morava sozinha e só casamos “de papel passado” quando eu já estava grávida de Heitor). Igor era doido pra ser pai, mas eu sempre coloquei minha carreira em primeiro lugar, até que… em junho de 2011 descobri que estava grávida.

Minha menstruação atrasou, fiz um teste de farmácia que deu negativo e ai eu relaxei (achei que o atraso da menstruação era o estresse que estava na agencia). Até que eu “menstruei”, mas não era um sangramento normal e depois de dois dias fui ao hospital e só ai descobri que eu estava grávida e já estava perdendo. Eu estava na quinta pra sexta semana. Ainda fiquei de “repouso” (estávamos tocando um projeto bem grande lá na agência e eu fiquei em casa, mas continuei trabalhando de lá. Irresponsabilidade total, mas não sabia dizer não…) por uma semana. No final, terminou que eu não segurei a gestação.

Nos mudamos pra São Paulo em novembro de 2012 e já no começo de 2013 comecei a trabalhar. Coordenava os eventos sociais de uma grande feira que acontece por aqui. Ai, descobri que estava gravida de novo. Recém chegada numa cidade onde não tinha indicações de médio, quando descobri fui atrás de algum que me atendesse com uma certa urgência. Contei o caso do primeiro aborto pra médica e ela falou que eu poderia continuar trabalhando normalmente, sem precisar de repouso.

Passado algum tempo, numa consulta de rotina, antes de ser a minha vez, comecei a sangrar no próprio consultório. A secretaria não queria me passar na frente das outras pacientes, mas ai as próprias pacientes me deram a vez. Fui atendida pela médica que me encaminhou pra o hospital Santa Catarina e falou que assim que eu fosse atendida pedisse ao médico do hospital que entrasse em contato com ela. Tanto o hospital quanto eu, tentamos sem sucesso falar com ela e voltei pra casa. Como era no sábado, só consegui falar com ela na segunda. Fiquei de repouso, por recomendação da médica do hospital e, na ultra de rotina, com 9 semanas já, descobri que o coração do bebê não estava batendo mais. Só comecei a sangrar no outro dia da ultra.

Trabalhei até o final de maio e decidi que iria dar um tempo no trabalho para descobrir o por quê dos abortos…

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone

Novo site do Mundo Bita

mundobita _SITE

Todos que me acompanham sabe do amor de Heitor (e meu rs) pelo Bita. Pois bem, hoje eles estão lançando o novo site do Mundo Bita. A nova página está cheia de coisas legais, incluindo a agenda de shows (né massa?!). Tem também desenhos para colorir, cifras das músicas e muito mais. Corram lá pra conferir, por que eu já fui e adorei.

www.mundobita.com.br

 

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone